RSS

Arquivo da tag: receitas

Sanduíche Família

Sanduíche  Família

Eu andava fugindo dos sanduíches fazia um tempinho. Só de pensar na palavra  já sentia o gosto do pobre coitado. Se você decidir fazer diferente e para isso procurar no Google ou outro buscador qualquer, não vai encontrar muita coisa não. Ninguém parece gostar muito de sanduíches.

Mas falando sério, existem muitas possibilidades, não acham? Eu só pensava em algumas alterações, minhas difíceis decisões estavam entre escolher se usava alface crespa, ou alface mimosa, pão integral ou de manteiga que gruda no céu da boca. Colocar maionese ou ….maionese. Difícil!!!

Nem pensar em inventar de colocar pepino, muito tomate ou até mesmo a tal da alface para o maridex. Isso não soava bem pra ele.

Mas se vocês procurarem por aqui, verão que já postei, vejamos…uns dois sanduíches. Assim não dá né? Todo mundo preocupado com o verão que está chegando, sonhando a tarde inteira com o tal sandubinha da noite e eu só postando massa, pizza, bolos e docinhos de chocolate? Só se fosse louca! Quero vender o meu peixe! Então decidi. Sejam bem vindos sanduíches nossos de cada dia.

Ingredientes:

– pão baguetinho;

– queijo mussarela ou lanche;

– blanquet, presunto, peito de peru;

– maionese ou um molhinho especial;

Modo de Preparo:

Corte o pão em fatias finas diagonais, mas sem cortar até o final. Passe a maionese, ou o molho em todas as fatias, na parte da frente e na de trás.

Corte o queijo em pequenos quadradinhos e dobre-os ao meio. Faça o mesmo com o peito de peru ou presunto. Como eu usei o blanquet, e ele vem em círculos, acabei cortando apenas ao meio.

Coloque as fatias de queijo dobradas em todas as fatias, e o blanquet coloque numa e pule a outra.

Para decorar o prato onde irá servir, você pode colocar alface em fatias finas, tomatinhos cereja, azeitonas, e o que mais a sua imaginação mandar.

– Para o molhinho, eu bati no liquidificador um punhado de salsinha, com uma pitada de sal, alguns flocos de alho desidratado e 1/4 de xícara de iogurte natural light. Ficou delicioso.

Um abraço,

Alessandra

* Estou fazendo um post sobre como montar e manter uma hortinha em casa ou apartamento, e gostaria que vocês enviassem fotos dos vasinhos com temperos e ervas que vocês possuem em casa. As fotos serão publicadas no post com o nome da pessoa que envoiu. Será bem legal.

Mandem para meu e-mail: alessandrapassini@bol.com.br

 

Anúncios
 
5 Comentários

Publicado por em 28 de outubro de 2011 em LANCHES / SANDUBAS

 

Tags: , , , , , ,

Ko Kut

Ko Kut

Vejam a foto ao lado e me digam se esse lugar não inspira qualquer um? Eu não sei se o nome dessa receita tem mesmo a ver com essa imagem. Mas eu acredito que sim. O nome do lugar? Ko Kut uma ilha na Tailândia. Também não sei de onde peguei essa receita. Achei entre meus guardados, uma folha de caderno escrita a mão. Deve ter uns dez anos de idade. Um verdadeiro tesouro! Um dos melhores que eu já comi, senão o melhor salmão. Estou feliz da vida por ter feito, e mais ainda porque o maridex  gostou tanto quanto eu.

Ingredientes:

– filés de salmão cortados em lâminas finas com aproximadamente 15 x 8 cm; Sem pele.

– folhas de rúcula; (2 ou 3 por filé)

– fatias finas de mussarela; (1 para cada filé)

– shoyo;

– azeite;

Modo de Preparo:

Lave e seque bem as folhas de rúcula. Corte os cabos maiores.

Tempere os filés de salmão com o shoyo, banhando bem os filés.

Enrole cada lâmina de salmão com uma fatia de queijo e as folhas de rúcula, formando uma espécie de mini rocambole. Espete um ou mais palitos para firmar. Essa parte é meio chatinha, pois o salmão acaba escorregando das mãos por causa do shoyo. Mas vale a pena ter um pouquinho de calma e paciência que no final dá certo.

Aqueça uma frigideira antiaderente, coloque um fio de azeite e grelhe  os filés de todos os lados do rolinho do salmão.

Deixe dourar levemente, retire do fogo, troque os palitos e sirva com molho agridoce.

Para acompanhar, uma saladinha verde vai muito bem.

—————————————————————————————————–

Pra terminar, vejam o presente que ganhei da minha vizinha:

 

Um abraço,

Alessandra

 
3 Comentários

Publicado por em 27 de outubro de 2011 em FÁCEIS, FRUTOS DO MAR, LIGHT

 

Tags: , , , , , , ,

Suflê de Cenoura

Suflê de Cenoura

Para a maioria de vocês eu imagino que essa receita seja simples e muito familiar. Talvez tenham crescido comendo suflê de todos os tipos. Assim falou o maridex no dia que fiz o meu. Engraçado!!!! Eu não lembro de ter comido. Talvez porque minha mãe não goste de ovo, ou simplesmente porque nunca tinha pensado ou lembrado de fazer. Até hoje, nem eu tinha me interessado por suflês. Nem sabia como era feito, apenas imaginava…

Mas dia desses, olhando um livro que minha vizinha me emprestou, vi duas páginas inteirinhas com fotos dos mais variados e surpreendentes suflês. Tem até de chuchu! Na mesma semana li num jornal sobre todas as dicas e truques para fazer o melhor suflê do mundo.

Isso mexeu comigo! Será que é bom mesmo? Será que é tão difícil fazer? Bom, busquei receitas e mexe daqui, mexe dali, fiz a minha. Deu certo, ficou delicioso, e eu modestamente também achei bonitinho.

Então, receita testada, aprovada e agora publicada. Vou fazer mais vezes…

Ingredientes:

– 3 cenouras pequenas (eu usei orgânicas), cozidas em água e sal;

– 2 gemas;

– 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado fino;

– 1/4 de xícara de leite;

– sal a gosto;

– 2 claras  batidas em ponto de neve;

– azeite ou manteiga para untar;

Modo de Preparo:

Coloque no liquidificador, as cenouras cozidas e descascadas, as gemas, o queijo, o leite e o sal. Bata bem.

Transfira o creme obtido no liquidificador para uma vasilha e acrescente as claras misturando delicadamente até estar homogêneo.

Unte o refratário, forma ou potinhos onde irá assar o suflê. Derrame a massa no pote, mas não coloque até em cima, pois o suflê cresce.

Leve ao forno médio (200º) por uns 30 ou 40 minutos, até que ele fique dourado.

Dica importante: não abra o forno antes de assar por completo. Não acredito que estou dizendo isso! Eu sou a criatura que mais abre o forno que eu conheço. Mas no suflê não abri nenhuma vez. Acho que esqueçi. rs

Rendimento: 4 porções como a da foto.

————————————————————————————————————————————–

Não esqueçam de me visitar também no Portal Uma Mãe das Arábias, com receitas inéditas.

 

Um abraço,

Alessandra

 
6 Comentários

Publicado por em 26 de outubro de 2011 em ACOMPANHAMENTOS, FÁCEIS

 

Tags: , , , , , ,

Como Congelar Ervas e Temperos

Hoje o post é de dicas bem legais para congelar ervas e temperos que usamos ou não, diariamente. Muitas vezes eles acabam estragando e indo para o lixo, porque não usamos ou cozinhamos com muita frequencia. Outro ponto interessante é que ao congelarmos cebola e alho, nos livramos daquele perfuminho indesejável que fica nas mãos. Só por isso, já vale ler o post.

A grande vantagem de um bom congelamento é assegurar uma perda mínima do valor nutritivo dos alimentos, conservando sua cor e textura naturais.

Independente da erva escolhida, antes de congelar, você deve lavá-la e secá-la muito bem. As centrífugas ajudam muito nisso.

Salsinha: depois de lavar e secar muito bem, separe as folhas dos talos. Guarde pequenas porções de folhas em saquinhos plásticos, tire o ar e feche. Separe em porções que normalmente costume usar. Coloque vários saquinhos dentro de outro maior, feche e coloque uma etiqueta. Deixe no freezer por até 3 ou 4 meses. Para isso, é importante não esquecer de colocar a data do congelamento.

Quando for usar, pegue a quantidade de saquinhos que vai usar, coloque sobre a bancada ainda no plástico. Passe um rolo de leve e amasse as salsinhas. Ela fica picadinha, sem dar o mínimo trabalho.

Você também pode congelar os talos para usar em caldos ou ensopados. É só guardá-los inteiros em saquinhos.

Cebolinha: pique a parte verde, solte-as e embale em plástico, sempre em porções pequenas, como no caso da salsinha.

Manjericão, manjerona, coentro,hortelã: o processo é o mesmo. No caso do manjericão, é bom congelar algumas folhinhas inteiras para usar num molho ¨al pesto¨.

Orégano verde e alecrim: lave, seque, separe apenas as folhas  para congelar, embalando em sacos pequenos.

Não é preciso descongelar antes de usar, vai direto do freezer para a panela. Ficam mais bonitas.

Cebola: corte a cebola conforme for usar: em cubinhos, rodelas ou em pétalas. Para congelar, faça primeiro o congelamento ¨aberto¨ . Para isso, espalhe a cebola já cortada numa assadeira, cubra com plástico e leve ao freezer para congelar. No dia seguinte, retire, embale, etiquete e volte ao freezer.

Alho: como  é um tempero muito forte e se emprega em pequenas quantidades, o ideal é amassar, cada dente de alho e espalhar sobre uma assadeira, para fazer o congelamento conforme o feito com a cebola.

Tanto o alho como a cebola não precisam ser descongelados antes do preparo.

Por hoje é só, mas como estou cada vez mais na cozinha, vou pesquisando truques para ajudar a faciliatr o dia-a-dia. Sempre que encontrar algo realmente bacana, dividirei com vocês.

Um abraço,

Alessandra

 

 
10 Comentários

Publicado por em 25 de outubro de 2011 em DIVERSAS, PILOTANDO UM FOGÃO, TEMPEROS E ERVAS

 

Tags: , , , , , , ,

Gâteau de Berinjela com Mussarela de Búfala e Tomate Confit

Gâteau de Berinjela com Mussarela de Búfala e Tomate Confit

O nome pode até ser complicado, mas o prato é de  fácil execução e o sabor é maravilhoso. Uma ótima sugestão para iniciar bem a nova semana.

Ingredientes: (para 2 unidades)

– 10 rodelas de berinjela;

– 2 bolinhas de mussarela de búfala;

– 1 tomate grande;

– 5 colheres de sopa de azeite de oliva;

– folhas de manjericão a gosto;

– sal;

Modo de Preparo:

Corte as bolinhas de mussarela em rodelas e reserve.

Coloque as berinjelas de molho com água e sal para retirar o amargor. Deixe descansar por uns 10 minutos.

Enquanto isso, retire a pele do tomate e corte-o em quadradinhos. Coloque o tomate em um potinho ou vasilha cerâmica ou de vidro.

Aqueça o azeite de oliva numa frigideira e grelhe as berinjelas. Reserve.

Com o azeite quente, acrescente as folhas de manjericão e em seguida despeje sobre os tomates picados. Deixe repousar. E depois escorra bem.

 

Coloque um aro metálico (sem fundo) num prato, e monte camadas de berinjela, mussarela e por último, o tomate.. Desenforme e sirva.

Uma dica legal, é servir com salada de folhas verdes regadas com o azeite de manjericão que restou.

Espero que tenham gostado.

Um abraço,

Alessandra

 
12 Comentários

Publicado por em 24 de outubro de 2011 em ENTRADAS, LIGHT, SALADAS

 

Tags: , , , , , , ,

Frango Deliciosamente Light

Frango Deliciosamente Light

 

 

 

De tanto pedirem por receitas light e com o calor que anda fazendo até deu vontade de comer coisas mais leves. Esse frango eu fiz na casa da minha mãe, com a supervisão e acompanhamento dela. Ficou uma delícia e foi aprovada por toda a família. Eu recomendo muito.

Ingredientes:

– 4 filés de peito de frango sem pele; ou 4 filés de coxa e sobrecoxa;

– suco de 1 limão pequeno;

– sal e pimenta do reino a gosto;

– 1 xícara de aveia em flocos finos;

– 3 colheres de sopa de margarina light derretida;

– 1 e 1/2 xícaras de leite desnatado;

– 3 colheres de sopa de requeijão light;

– 4 fatias de pão light sem casca;

– 1 colher de café de açafrão;

– margarina ou azeite de oliva para untar;

Modo de Preparo:

Tempere os filés com o limão, sal e pimenta do reino. Passe os filés pela aveia e arrume em um refratário untado.

Despeje a margarina derretida sobre o frango, cubra com papel alumínio e leve ao forno médio (200º) por 20 minutos.

Bata no liquidificador o leite, o requeijão, o pão, o açafrão e sal.

Retire o frango do forno, jogue o creme por cima e volte ao forno sem o papel alumínio por mais uns 20 minutos.

Sirva com o molho, acompanhado de arroz e saladas verdes.

Espero que gostem.

————————————————————————————————————————————–

Queria dividir com vocês esta imagem, que foi meu pai quem montou. Minha mãe pediu que ele tirasse a salada para um prato e ele brincou, fazendo uma flor com o chuchu e as cenouras. Eu não podia deixar passar e fotografei. Achei lindo!!!

Um abraço,

Alessandra

 
4 Comentários

Publicado por em 22 de outubro de 2011 em FÁCEIS, FRANGO, LIGHT

 

Tags: , , , , , , ,

Brownie Alpino

Brownie Alpino

Como eu já falei tempos atrás, o blog tem influenciado a vida de muita gente. As pessoas estão voltando a procurar por receitas em seus livros antigos, muitas vezes esquecidos e procurando receitas novas, fresquinhas para testar. Minha sogra e grande incentivadora, é um exemplo disso. E essa receita, ela viu no jornal da cidade e na primeira oportunidade fez para a família. Aplaudida de pé por todos, só não contava que teria que repetir outras vezes. Fez até pra mim, para que eu colocasse no blog. Aí me digam: tô ou não podendo?

Se vocês tiverem uma receita bem legal mandem pra mim, vou testar com certeza. Mandem por comentário, ou por e-mail, e se tiverem foto publico também. Vamos arrasar!!!

Falando em receitas, quero mandar um recadinho para a minha amigona Lucimara…querida, não esqueci das tuas receitas de bacalhau e sabão, só estou tentando convencer o maridex a me deixar fazer porque tem cebola, e ele não come mesmo. hahahaha Acho que vou ter que fazer sem. Bjus

Mas chega de papinho furado e vamos logo a receita…

Ingredientes:

– 170g de chocolate ao leite; (eu usei o alpino para combinar com o nome);

– 50g de manteiga em cubos;

– 1/2 xícara de açúcar mascavo;

– 5 colheres de sopa rasas de açúcar (minha sogra não colocou); (eu sim);

– 2 ovos;

– 1 colher de chá de essência de baunilha;

– 1/2 xícara de farinha de trigo;

– 1 colher de chá rasa de bicarbonato de sódio;

– 1 xícara de nozes picadas; (eu usei pecan);

Modo de Preparo:

Em uma panela, coloque o chocolate e a manteiga. Leve ao fogo em banho-maria, até obter um creme homogêneo.

Adicione o açúcar mascavo e o açúcar refinado e mexa até estar bem dissolvido. Retire do banho-maria e reserve.

Em separado, bata os ovos com a essência de baunilha e em seguida misture ao creme de chocolate.

Adicione a farinha de trigo, o bicarbonato e as nozes.

Despeje a massa em uma forma retangular pequena (23x32cm) untada com manteiga ou margarina e polvilhada com chocolate em pó.

Asse em forno médio (180º) preaquecido, por cerca de 20 minutos.

Desenforme.

Corte em quadrados e sirva ainda morno, acompanhado de 1 bola de sorvete.

Dica bem legal: outro dia vi num programa de tv que quando se faz um bolo, ou torta de chocolate que precisa ser untado, ao invés de colocar farinha que dará um aspecto esbranquiçado, o legal é usar o chocolate em pó para ficar tudo da mesma cor e muito mais bonito.

Se vocês observarem as fotos do brownie que eu fiz e o da minha sogra, verão que são totalmente diferentes. O meu ficou bem baixinho, até baixo demais. E o dela com uma forma bem menor, ficou um bolo normal, inclusive mais sequinho. Eles foram feitos a partir da mesma receita, só que eu, não usei a batedeira e minha sogra como falei, usou um refratário retangular de tamanho menor. Mas o que realmente importa, é que os dois ficaram muito bons. E vocês, se fizerem, vão perceber que cada um fica um pouco diferente, o que não significa que deu errado. Façam e me mandem as fotos, para que possamos comparar os brownies e saber qual é a verdadeira cara dele.

 Um abraço,

Alessandra

Não esqueçam de visitar também o portal Uma Mãe das Arábias, tem muita coisa legal por lá. Inclusive eu…

 
3 Comentários

Publicado por em 21 de outubro de 2011 em BOLOS / BROWNIES / CUPCAKES, CHOCOLATE, SOBREMESAS

 

Tags: , , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: